Tribuna do Interior

Tocantins, quarta-feira, 15 de julho de 2020.
03/06/2020 - 15h34m

Governo do Tocantins realizará procedimentos cardíacos menos invasivos e com alta taxa de eficiência

Erlene Miranda /Governo do Tocantins 
Foto: Governo do Tocantins
Os procedimentos terão início neste mês de junho, de acordo com a demanda do Estado
Os procedimentos terão início neste mês de junho, de acordo com a demanda do Estado

Com o intuito de prestar atendimento mais amplo e eficiente à crianças e adolescentes com cardiopatias, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) firmou contrato com empresa Medplus que realizará procedimentos cardíacos via hemodinâmica nos pacientes do Sistema Único de Saúde(SUS). A técnica, menos invasiva e com alta taxa de eficiência, será utilizada nos procedimentos a partir deste mês, de acordo com a demanda do Estado.

O titular da SES, Dr. Edgar Tollini, explica que "devido o Tocantins ainda não dispor de médicos que realizem esses procedimentos, os pacientes que sofriam com esses problemas cardíacos tinham que ser transferidos para outros estados. Assim, foi necessário contratar essa empresa para prestar esse atendimento específico aos cardiopatas do nosso Estado".

O secretário informou ainda que os procedimentos serão realizados em recém-nascidos e adolescentes até 18 anos "pacientes com necessidade de cateterismo de urgência serão realizados em Palmas e Araguaína, dependendo do local em que estiver. Os procedimentos eletivos serão realizados no Hospital Dom Orione seguindo um fluxo feito pela SES e obedecendo a fila criada pela Central de Regulação do Estado", destacou.

"Com esse procedimento, conseguiremos tratar de forma menos invasiva as diversas cardiopatias congênitas, e isso é relevante porque com essa técnica será possível reduzir o tempo de internação hospitalar, diminuir agressões, até mesmo de cirurgia abertas. Tem um pós-operatório com recuperação mais rápida, e também possibilita diminuir a fila de cirurgias cardíacas abertas que só crescem a cada dia", explica o cardiologista pediátrico e ecocardiografista pediátrica, do Hospital Municipal de Araguaína, Márcio Miranda Brito.

Um dos médicos que será responsável por realizar os procedimentos, é o pediatra, cardiopediatra e hemodinamicista especializado em cardiopatia congênita, Paulo Correia Calamita, que explica como funciona. "Esse exame permite aprimorar ferramentas diagnósticas e tratar grande parte das principais cardiopatias congênitas. É uma ferramenta importante para o funcionamento da cardiologia pediátrica. Em alguns casos estabiliza urgências pré-operatórias, principalmente no período neonatal (menores que 28 dias), bem como pode ser opção para tratamento de diversas cardiopatias quando bem indicado", esclareceu.

A empresa prestadora dos serviços fará por mês até seis procedimentos, três diagnósticos e três terapêuticos. No momento há apenas uma criança aguardando esse procedimento no Estado.

Hemodinâmica

A técnica de hemodinâmica consiste em um conjunto de componentes físicos que constituem o bombeamento de sangue no sistema cardiovascular e utiliza a técnica do cateterismo.

Medplus

O extrato do contrato com a empresa que prestará os serviços, Mediplus Serviços Médicos LTDA, foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 20 de maio de 2020. O contrato terá duração de 12 meses, sendo possível prorrogação por igual período.

© 2015 - Tribuna do Interior - Todos os direitos reservados.
Expediente