Tribuna do Interior

Tocantins, Terça-feira, 26 de outubro de 2021.
23/05/2016 - 22h40m

Presos fazem buraco em parede e tentam fugir do presídio de Campos Belos (GO). PMs e agentes prisionais barraram a fuga

Do blog Dinomar Miranda 
Divulgação

Na madrugada desta segunda-feira (23), a Polícia Militar e agentes penitenciários de Campos Belos, no nordeste de Goiás, debelaram uma fuga de presos, tentada no início da manhã. 
Os presos tentaram fugir da unidade abrindo um buraco na parede de uma das celas. 
Mas antes que a fuga se consumasse, agentes penitenciários perceberam a ação e acionaram a Polícia Militar.  
De acordo com o capitão Carvalho, comandante da PM na cidade, a tentativa frustrada ocorreu por volta das 5h.  
Um agente percebeu a fuga quando um dos detentos já estava com as pernas para o lado de fora do buraco externo. 
Ele deu um tiro de alerta, mas a PM, que já tinha sido acionada, chegou a tempo e barrou a possível debandada. 
Após a ação da PM, os presos foram remanejados para outras celas. 

De acordo com as informações da polícia, 13 presos poderiam ter fugido, porque foi feito um buraco da cela "um" para a cela "três" e desta para o corredor externo. 
Na cela "um" tinha seis presos e na sela "três", havia sete presos. 
A unidade de Campos Belos possui hoje cerca 65 presos. 
O presídio enfrenta superlotação e problemas na estrutura da unidade, que é antiga, frágil e praticamente inapropriada para ser um presídio. 
Não é segredo para ninguém que essa unidade passa por graves problemas e o Poder Público estadual, responsável pela unidade, dá "ouvidos de mercador" e não faz nada. 
Parece que espera algo mais grave acontecer, para poder remediar. 
Passa da hora de se construir uma nova cadeia pública na cidade, de preferência longe do perímetro urbano, e que proporcione salubridade aos presos e principalmente, espaço para trabalho e estudo. 

© 2015 - Tribuna do Interior - Todos os direitos reservados.
Expediente