Tribuna do Interior

Tocantins, Terça-feira, 28 de junho de 2022.
18/09/2015 - 09h08m

Contran decide tornar o uso de extintores optativo em todo o País

G1 
(Foto: Arquivo Pessoal/ Homero Cardoso)
Contran decidiu pelo fim da exigência dos extintores
Contran decidiu pelo fim da exigência dos extintores

"Desde quando eu aprendi a dirigir nunca usei o extintor", diz o motorista e dono de uma autoescola Osmar Alencar Júnior. Segundo ele, a decisão tomada pelo Conselho nacional de Trânsito (Contran) nesta quinta-feira (17) em tornar o uso do extintor optativo para automóveis é correta. Já o Corpo de Bombeiros não viu a mudança com bons olhos.

Segundo o Contran, o uso do equipamento só será obrigatório para veículos utilizados para transporte de passageiros, caminhões, micro-ônibus e veículos destinados ao transporte de produtos inflamáveis.

Para Júnior, a decisão é benéfica, pois o equipamento é pouco utilizado. "O carro é passível de pegar fogo, mas a porcentagem de casos dessa natureza é insignificante. Então não fizeram errado. Por que é só para onerar o motorista. Sem falar que o custo que é alto e o extintor vence e não tem uso", comentou.

Já o Corpo de Bombeiros diz que o extintor é de grande importância para combater princípio de incêndios, por isso a decisão deve ser vista com cuidado. "O extintor é um dispositivo para emergência. Ele tem a capacidade de extinguir diferentes tipos de incêndio, mas no princípio. Em muitos casos, a presença do extintor é suficiente para acabar com o incêndio. Então essa decisão acaba não sendo benéfica, pois é importante ter esse equipamento no veículo", comenta o Capitão Guimarães Filho, do Corpo de Bombeiros.

Acidentes
O Contran diz que de 2 milhões de acidentes em veículos cobertos por seguros, 800 tiveram incêndio como causa. Desse total, apenas 24 informaram que usaram o extintor, equivalente a 3%. Os dados são da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva.

Ainda conforme o Contran, uma nova resolução deve ser publicada nos próximos dias. Assim, "as autoridades de trânsito deverão fiscalizar os extintores, nos veículos em que seu uso é obrigatório", disse por meio de nota. A punição para quem não estiver com extintor ou se estiver com validade vencida, é de multa de R$ 127,69, além de cinco pontos na carteira de habilitação.

© 2015 - Tribuna do Interior - Todos os direitos reservados.
Expediente