Tribuna do Interior

Tocantins, Sábado, 28 de maio de 2022.
05/05/2022 - 17h55m

Em seis meses, gestão do Tocantins se destaca por investimentos e organização dos serviços de Saúde

Laiany Alves/Governo do Tocantins 
Foto: André Araújo/Governo do Tocantins
  • O Governo do Tocantins também aprovou o cofinanciamento estadual para a realização de cirurgias eletivas nos hospitais municipais e de pequeno porte.
  • Arcos Cirúrgicos  serão utilizados em unidades hospitalares geridas pelo Executivo Estadual
  • Governo do Tocantins já entregou cerca de R$34 milhões em equipamentos para municípios e hospitais estaduais.
  •  Já estão em operação e aptos a receber pacientes, mais 21 leitos gerais UTI adulto em Palmas e Araguaína.
  • Equipes especializadas trabalharão 24 horas por dia, de forma a contribuir com a segurança dos pacientes, acompanhantes e servidores.
  • Novos leitos de UTIped entra em funcionamento no HGP.
  • De norte a sul do Estado, a Saúde trabalha para ampliar sua rede de atendimento. Obras de grande importância estão em andamento.

O Tocantins vivencia uma transformação na saúde pública. Nos últimos seis meses o Governo do Tocantins realizou a entrega de equipamentos, ampliou serviços, abriu novos leitos de Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) e garantiu o andamento de obras. Mesmo diante de uma pandemia pelo Coronavírus, a gestão estadual garantiu atendimentos e manteve os repasses da saúde em dia para os 139 municípios, proporcionando à população acolhimento próximo do seu domicílio.

O Secretário de Estado da Saúde (SES-TO), Afonso Piva reafirmou o compromisso da gestão estadual com a saúde pública. "O Governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa não tem medido esforços para ampliar e melhorar os serviços de saúde para a população tocantinense. Nestes seis meses, todos os municípios estão com repasses em dia, para manutenção dos serviços básicos e de média complexidade, UPA, Samu e Caps. Nos primeiros quatro meses de 2022 pagamos um montante de R$7 milhões a esses municípios, fortalecendo a saúde pública do nosso Estado".

Investimentos

Os investimentos não param, os municípios receberam 90 aparelhos de ultrassonografia, entregues para 86 secretarias municipais de saúde. Os equipamentos foram adquiridos com recursos de emenda parlamentar da bancada federal tocantinense, um montante de R$ 14.105.000,00. Além de receberem os aparelhos, os municípios tiveram suas equipes capacitadas para utilização dos equipamentos e atenderem os pacientes que necessitam de diagnóstico por imagem.

Para o Governador Wanderlei Barbosa, "investir em saúde é investir na qualidade de vida da população. Nosso objetivo é trabalhar diariamente para melhorar a assistência da população, com investimentos em todas as esferas, dando oportunidade da população ser atendida na região que reside e com qualidade", afirmou.

Outro setor a receber investimento foi o hospitalar. Um montante de R$ 20.429.286,00 foi utilizado para compra de equipamentos hospitalares como serra de gesso, seladoras, eletrocardiógrafos, oxímetros, mesas cirúrgicas, monitores, arco cirúrgicos, bisturi eletrônicos e desfibriladores. Os itens foram para as 17 unidades hospitalares geridas pelo Executivo Estadual.

A Gestão também entregou 15 arcos cirúrgicos para as seguintes unidades: Hospital Regional de Paraíso (1), Hospital Regional de Araguaína (3), Hospital Regional de Augustinópolis (1), Hospital Regional de Miracema (1), Hospital Regional de Guaraí (1), Hospital Geral de Palmas (4), Hospital Regional de Porto Nacional (2) e Hospital Regional de Gurupi (2).

Os equipamentos foram adquiridos por meio de emenda parlamentar do deputado Célio Moura (PT) e com recursos do Ministério da Saúde (MS), totalizando um investimento de R$ 4.035.000,00.

Cirurgias eletivas

Após dois anos suspensas, devido à pandemia pela Covid-19, as cirurgias eletivas iniciaram o seu retorno e o Programa "Opera Tocantins", estratégia da gestão estadual para fomentar a realização dos procedimentos, buscou acelerar o atendimento do pacientes, com cirurgias sendo feitos no período noturno, fins de semana e feriados. As equipes das unidades hospitalares já realizaram um total 4.392 procedimentos desde outubro de 2021.

Estão sendo priorizados 458 tipos de procedimentos entre cirurgias gerais, ginecologia, urologia, pediátrica, cabeça e pescoço, cardiologia, otorrinolaringologia, aparelho digestivo, mastologia, bariátrica, neurologia, vascular e ortopedia. Os procedimentos ocorrem nas unidades hospitalares geridas pelo Governo do Tocantins.

Hospitais Municipais

Além de realizar os procedimentos nos hospitais de sua gestão, o Governo fomenta a estruturação das unidades hospitalares municipais com repasses de recursos financeiros e equipamentos.

 O Município de Colinas do Tocantins recebeu R$500 mil como apoio financeiro, para a realização de procedimentos em emergências obstétricas, partos normais e cesarianas, cirurgias eletivas ginecológicas e obstétricas de pacientes dos municípios de Colinas do Tocantins, Bandeirantes do Tocantins, Couto Magalhães, Brasilândia do Tocantins, Palmeirante e Juarina. As cirurgias deverão ocorrer no Hospital Municipal de Colinas.

O repasse é feito fundo a fundo, da Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO)/Fundo Estadual de Saúde ao Fundo Municipal de Saúde de Colinas do Tocantins. Além dos R$500 mil já repassados, o Termo de Compromisso entre os entes, têm com validade de 12 meses e prevê que sejam pagos ainda, até mais R$500 mil, a partir do segundo mês, condicionado ao quantitativo de procedimentos realizados. 

O Governo do Tocantins também aprovou o cofinanciamento estadual com incremento financeiro para a realização de cirurgias eletivas nos hospitais municipais e de pequeno porte, no valor total de R$ 2,4 milhões (ano), com parcelas mensais de R$200 mil para realização de cirurgias eletivas e em consequência dar celeridade nas filas de espera por estes procedimentos.

Já receberam o incentivo os municípios de Taguatinga e Sítio Novo. Outros municípios com interesse são Monte do Carmo, Tocantinópolis, Pium, Miranorte, Dueré, Natividade, Cristalândia, Peixe, Formoso do Araguaia, Araguacema, Divinópolis, Palmeirópolis e Paranã que já trabalham nos processos e projetos para recebimentos dos recursos. 

Novos leitos

A gestão ampliou no último mês novos leitos de Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) adulto, tipo II, destinados aos pacientes cadastrados pela Central Estadual de Regulação do Estado do Tocantins. As unidades já estão em operação e aptas a receber pacientes em Palmas (11) e em Araguaína (10).

O Governo do Tocantins também colocou em operação, mais quatro leitos de Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIped), no Hospital Geral de Palmas (HGP). A Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) trabalha para abertura de mais seis leitos, na mesma unidade hospitalar, para atender a necessidade da população infantil. 

A rede de atendimento intensivo convencional e pediátrico do Estado passa a contar com 103 leitos de UTI adulto e 82 leitos de UTI pediátricos e neonatais. Todos os leitos são destinados a pacientes devidamente regulados pela Central Estadual de Regulação do Estado do Tocantins. 

Obras

De norte a sul do Estado, a Saúde trabalha para ampliar a sua rede de atendimento. Obras de grande importância estão em andamento. Na região norte, a 1º etapa da obra do Hospital Geral de Araguaína (HGA), já conta com mais de 25% edificada. A ala em construção, o ambulatório, será a primeira a ter atendimentos.

O HGA contará com uma área de 90 mil m² e, quando concluído, terá 39 mil m² de área construída. As obras de construção estão divididas em três etapas e, para a primeira fase, estão sendo destinados R$ 30 milhões do orçamento do próprio Estado. Concluída, a nova unidade hospitalar contará com 400 leitos e estrutura do Pronto-Socorro,  para atendimento diário para mais de 150 pessoas.

Também em Araguaína, nos próximos meses será entregue a reforma e ampliação da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Araguaína (UNACOM), com 95% da obra executada que contará com 15 leitos de quimioterapia, consultórios odontológicos, salas de pequenas cirurgias, radioterapia, além de todos os ambientes de apoio administrativo.

No Bico do Papagaio, o Hospital Regional de Augustinópolis (HRAUG) passa por reformas e ampliações com a construção da maternidade e o Centro de Parto Normal (CPN). Com a maternidade, a Unidade passará a contar mais 46 leitos, exclusivos para atendimentos maternos e  infantis, sendo 20 de Unidade de Cuidados Intermediários Canguru (UCINa), 10 de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN), seis no Centro Cirúrgico Obstétrico (salas de pré-parto, recuperação pós-anestésica e salas de partos); além de mais 10 leitos no Pronto Socorro, sendo oito de observação e dois de estabilização.

Na região central o Hospital Geral de Palmas (HGP) segue com seu cronograma de ampliação com 76,11% da obra concluídos. Atualmente a empresa responsável está trabalhando na ampliação do espaço onde serão instalados os novos leitos de UTI. Outra área em obras na unidade é a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia de Palmas (Unacon), com 72,06%  da obra construída com previsão de entrega no primeiro semestre deste ano.

Progressões

A equipe da Superintendência de Gestão Profissional e Educação na Saúde (SGPES) da SES-TO se empenhou para garantir as progressões devidas aos servidores da Pasta, trabalhando nos fins de semana e feriados, em regime de plantão, o que beneficiou mais de seis mil servidores da Saúde, com direito a 14.356 progressões.

O pagamento das progressões, compromisso da gestão, irá incorporar aos vencimentos, mais de R$ 6,1 milhões correspondem às implementações das progressões de 2016 até 2018 aos servidores do Estado, incluindo os da Saúde. Nas próximas folhas de pagamento de maio, serão implementadas progressões referentes ao ano 2019; e as de 2020 serão implementadas na folha de junho.

Segurança Armada

Um anseio antigo dos profissionais de saúde e dos usuários do SUS foi atendido. Os serviços de segurança armada e desarmada para os hospitais estão sendo implantados gradativamente. Os profissionais especializados já atuam nos hospitais Palmas, Araguaína, Miracema, Dianópolis, Paraíso do Tocantins, Gurupi e Porto Nacional. As equipes trabalham 24 horas por dia.

© 2015 - Tribuna do Interior - Todos os direitos reservados.
Expediente