Tribuna do Interior

Tocantins, Sábado, 28 de maio de 2022.
09/05/2022 - 17h21m

Governo do Tocantins contrata 42 acadêmicos para atuar em estágio na Agrotins

Edvnia Peregrini ? Governo do Tocantins 
Foto: Ascom Ryuraltins - Divulgação
Acadêmicos foram recepcionados  pelos gestores do Ruraltins Washington Ayres, e o vice Almir Batista; e o secretário da Administração, Rafael de Castro
Acadêmicos foram recepcionados pelos gestores do Ruraltins Washington Ayres, e o vice Almir Batista; e o secretário da Administração, Rafael de Castro

A Feira Agrotecnológica do Tocantins (Agrotins) 2022 vai contar com uma força a mais nesta edição. Por meio do Programa Estadual Oportunidade Jovem, 42  estudantes de diversas áreas acadêmicas foram contratados para colaborar com a realização do evento, que inicia nesta terça-feira, 10 de maio.

Os estagiários foram recepcionados nesta manhã, 09, pelos gestores do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), o presidente Washington Ayres, e o vice Almir Batista; e o secretário de Estado da Administração, Rafael Sulino de Castro, no Centro de Treinamento e Capacitação em Tecnologia Agropecuária e Extensão Rural (CTC Agro).

Na ocasião, o secretário da Administração, Rafael Sulino, reiterou o papel do Governo do Tocantins em promover oportunidades de estágio dentro da sua estrutura. "Vocês estão tendo uma oportunidade maravilhosa para colocar em prática o conhecimento que foi adquirido na faculdade, por meio do programa de estágio o Governo tem fomentado uma maior profissionalização para os nossos jovens, por isso, é importante aproveitar ao máximo essa experiência para aprender ainda mais", ressaltou.

Ao lado do secretário, o presidente Washington colocou o órgão à disposição dos acadêmicos, incentivando-os a aproveitarem a oportunidade. "Esse é um momento de trabalhar na prática o que eles veem em sala de aula, e essa oportunidade de atuar na maior feira da região Norte do Brasil, nesse momento de retomada da Agrotins, é uma grande oportunidade, que eles possam tirar bastante proveito desse programa que vem para colaborar com a  profissionalização dos jovens tocantinenses".

Para o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação do Ruraltins, Kin Gomides, responsável pela condução desses jovens na Agrotins, o objetivo é trazer a universidade para dentro do universo agro na Feira. "Nossa intenção é apresentar para esses jovens uma versão do que a gente realizou durante o ano, dos trabalhos que foram implantados, das vitrines que vão ser apresentadas, da participação nas palestras, e ao mesmo tempo, eles vão ter a oportunidade de observar a relação do extensionista e com o produtor, a relação direta de como eles se comportam. Será também uma oportunidade de aprender e assimilar o conhecimento e, ao mesmo tempo observar com a ótica profissional e não mais uma ótica acadêmica, como é a realização da Agrotins, dos bastidores, tanto na parte da implantação para realização da feira, quanto a própria feira em si", explicou.

Para o estudante de agronomia da Universidade Católica do Tocantins, José Gomes de Brito, o estágio contribui para direcionar o acadêmico ao mercado de trabalho. "Quando a gente entra nesse novo universo [estágio], a gente acaba tendo acesso de forma aplicada,  a muitas coisas que se vê em sala de aula, uma oportunidade de atuar como estagiário acompanhado por profissionais da área agrícola, antes de acessar o mercado de trabalho, tendo um melhor  direcionamento para definir a atividade, filtrar a nossa aptidão, e melhorar nossa qualificação profissional.

A contratação contemplou alunos das diversas áreas acadêmicas, dentre elas agronomia, zootécnica, agronegócio, medicina veterinária, engenharia ambiental, sanitária, nutrição, serviço social e diretor. Já as instituições parceiras são: Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), Centro Universitário Católica do Tocantins (Unicatólica), e Universidade Norte do Paraná (Unopar).

Sobre o Programa

O Programa Oportunidade Jovem é uma iniciativa do Governo do Tocantins que cria oportunidades e valoriza a capacidade única de cada jovem que terá acesso ao emprego. Antes de tudo, o reconhecimento ao talento daqueles que optaram por uma vocação e que, com o Programa, terão espaço para, não apenas colocar em prática suas habilidades, mas apontar novos rumos para o crescimento do Tocantins.

Quem pode usar?

Jovens a partir de 16 anos de idade, regularmente matriculados em Instituições de Ensino públicos e privados legalmente autorizados, reconhecidos ou credenciados, com frequência efetiva nos cursos de nível médio, técnico e superior podem participar. Os interessados devem fazer seu cadastro no site do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), responsáveis pela condução do processo de seleção, no endereço http://iel-to.com.br/ .

© 2015 - Tribuna do Interior - Todos os direitos reservados.
Expediente