Tribuna do Interior

Tocantins, Quinta-feira, 20 de janeiro de 2022.
29/11/2021 - 10h28m

Operação Integrada durante aplicação de provas do Enem registra balanço positivo

Luana Barros e Clecio Bertozzi/Governo do Tocantins 
Foto - Adriano Rezende/Governo do Tocantins
O Gabinete de Monitoramento foi montado no Quartel do Comando Geral da PM, em Palmas
O Gabinete de Monitoramento foi montado no Quartel do Comando Geral da PM, em Palmas

A operação integrada entre as forças de segurança do Tocantins que foi deflagrada com o objetivo de garantir a tranquilidade durante a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ocorridas nos dias 21 e 28 de novembro, registrou balanço positivo, sem intercorrências, seja crime, contravenção ou incidente de segurança, nos 31 municípios do estado do Tocantins. As Instituições, Órgãos e Agências federais, estaduais e municipais envolvidas na realização do certame desenvolveram as suas atividades de maneira integrada, de modo a garantir a realização de um exame pacífico e seguro. 

Foi instalado pela Secretaria da Segurança Pública, o Gabinete de Monitoramento do ENEM 2021, onde as instituições envolvidas permaneceram reunidas para o monitoramento, em tempo real, do evento em todo o estado. O Gabinete de Monitoramento funcionou nas dependências do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar (PM) no município de Palmas.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel PM Julio Manoel da Silva Neto, destacou o empenho dos policiais durante a operação. "A Polícia Militar empenhou efetivo especial para garantir a tranquilidade durante a aplicação das provas. Organizou estratégias de policiamento preventivo e ostensivo, dentro e fora das escolas onde foram aplicados os exames, tudo para prevenir eventuais crimes e contravenções durante o Enem, o que garantiu o sucesso da missão", disse coronel Silva Neto.

O delegado Ricardo Real, diretor do Sistema Integrado de Operações, ressalta que o saldo positivo se deve a um efetivo trabalho integrado das forças de segurança. "Todo o plano estratégico foi montado minuciosamente para prevenirmos quaisquer eventuais problemas. O resultado positivo mostra o comprometimento de todos os setores da Segurança Pública do nosso estado", observou o diretor.

A Operação Integrada foi composta pela Polícia Federal (PF), Polícia Civil do Tocantins (PC-TO), Polícia Militar do Tocantins, Polícia Rodoviária Federal (PRF), Corpo de Bombeiros Militar,Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu), Correios, Secretaria de Educação Secretaria da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), Detran, Consórcio Aplicador Cesgranrio, Energisa e foi coordenada pela SSP, por meio do Sistema Integrado de Operações  (SIOP).

© 2015 - Tribuna do Interior - Todos os direitos reservados.
Expediente