Tribuna do Interior

Tocantins, Terça-feira, 28 de junho de 2022.
22/06/2022 - 09h59m

Referência para todo o Tocantins, Hospital e Maternidade Dona Regina completa 23 anos

Erlene Miranda/Governo do Tocantins 
Foto: André Araújo
HMDR completa 23 anos na terça-feira, 21
HMDR completa 23 anos na terça-feira, 21

Todo morador do Tocantins, já ouviu falar ou teve algum conhecido que recebeu atendimento no Hospital e Maternidade Dona Regina Siqueira Campos (HMDR), que na terça-feira, 21, completa 23 anos. A unidade hospitalar surgiu com a descentralização dos serviços de ginecologia, obstetrícia e pediatria do Hospital Referência de Palmas, em junho de 1999 e na época, contava com 94 leitos e 195 funcionários.

"Ao longo destes 23 anos, foram muitos avanços e conquistas, diretamente a unidade hospitalar já beneficiou cerca de 400 mil pessoas. O Dona Regina é a maior maternidade pública do Estado, e referência em atendimentos maternos para as usuárias do Sistema Único de Saúde", conta o diretor geral do HMDR, Iatagan Barbosa de Araújo. 

A fisioterapeuta obstétrica e doula, Carolina Barrionuevo, trabalha no Hospital e Maternidade Dona Regina desde 2006, e teve seu segundo filho na unidade. "Tive meu filho, João Teodoro, aqui no hospital em 2010, de parto normal, e para mim, foi uma bênção e alegria muito grande. Ele precisou de cuidados intermediários após o nascimento, porém foi bem assistido, e depois que tive meus filhos valorizei mais o meu trabalho".

Além de usuária, Carolina atualmente é servidora na maternidade. "Hoje eu trabalho na humanização do hospital, capacitando as mamães e sei que esse trabalho faz toda diferença no trabalho de parto. Sou muito feliz no meu trabalho, e é gratificante ver a evolução da unidade nesses anos", explica a fisioterapeuta.

A confeiteira Antônia Geisa Oliveira teve dois partos assistidos na maternidade e falou sobre o atendimento recebido. "Nas duas vezes em que estive no Dona Regina, fui muito bem acolhida pela equipe multiprofissional, que não mediu esforços na realização dos procedimentos que eu necessitei. Sou grata por isso e parabenizo a todos que fazem parte dos 23 anos da maternidade", afirmou.

Para o secretário de Estado da Saúde, Afonso Piva "a gestão estadual é satisfeita por contar com uma equipe multiprofissional como a existente no Dona Regina. Para isso temos trabalhado no sentido de melhorar a estrutura da unidade que vai funcionar em outro local e manteremos os profissionais que prestam um serviço de qualidade às famílias usuárias do SUS. Todos temos um pouco de história no Dona Regina, minha esposa mesmo já foi acolhida pela equipe do Banco de Leite Humano, da unidade", afirmou, acrescentando que "é um momento festivo e de agradecimento aos profissionais pela atuação".

Um pouco da história

Em 2002, o HMDR inaugurou o banco de leite humano e conquistou o título de hospital amigo da criança. Já em 2008, o hospital foi ampliado e em 2010 passou a oferecer às parturientes o direito de acompanhante de livre escolha na hora do parto e recebeu a certificação do método canguru. Em 2011, a unidade hospitalar aderiu ao programa Rede Cegonha e implantou o Serviço de Atenção Especializada às Pessoas em Situação de Violência Sexual (SAVIS).

O hospital oferece atendimento integral à mulher e ao bebê e é referência em cirurgia pediátrica neonatal; medicina fetal; cirurgia neurológica neonatal; urgências/emergências clínicas e cirúrgicas ginecológicas obstétricas e alta complexidade em neonatologia para todo o Tocantins.

Atualmente, a unidade conta com 105 clínicos e 20 Unidades de Terapia Intensiva (UTI) neonatais.

Atendimentos

O Hospital e Maternidade Dona Regina realiza em média 450 partos por mês. Em 2021, foram realizados 5.370, já em 2022, de janeiro a abril foram realizados 1.750 partos.

Em 2021, a unidade realizou 23.052 atendimentos de urgência, 10.757 atendimentos ambulatoriais, 7.450 internações de mulheres, 1.505 internações de recém-nascidos, 309 cirurgias em mulheres, 109 cirurgias em recém-nascidos, entre outros procedimentos.

De janeiro a abril de 2022, foram realizados 7.211 atendimentos de urgência, 4.044 atendimentos ambulatoriais, 2.399 internações de mulheres, 516 internações de recém-nascidos, 107 cirurgias em mulheres e 38 cirurgias em recém-nascidos.

© 2015 - Tribuna do Interior - Todos os direitos reservados.
Expediente